Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Um blog para todas as mulheres depois dos “entas” . Mulheres que, na plenitude das suas vidas, desejam celebrar a liberdade de assumirem a sua idade, as suas rugas, os seus cabelos brancos e que querem ser felizes

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

‘’Um dia de repente’’ Carta comovente de uma mãe para a sua filha.

Um dia, de repente ....jpg

Um dia, de repente,

Quando estiver a pentear-se, em silêncio

ou enquanto estiver a calçar uma meia,

lembrará um gesto meu

e sorrirá, ternamente, ao pensar em mim ...

 

Um dia, de repente,

Ao pedalar rápido sob as primeiras gotas

de uma chuva cálida de Setembro,

sentirá chegar um cheiro ao seu nariz

despertando em si aquela lembrança,

de um cheiro de compota acabada de fazer

e, por um momento, ver-me-á frente ao fogão…

 

Um dia, de repente,

fará algo que eu já fiz,

da mesma maneira,

e ficará muito surpreendida,

porque nunca pensou que poderia

parecer-se tanto comigo.

 

Um dia, de repente,

vai olhar para as costas da sua mão e com o polegar e o indicador,

beliscará a pele, levantando-a um pouco

vai contar o tempo que ela vai levar até se acamar

pensando quando o fez nas minhas mãos.

 

Um dia, de repente,

ao abraçar uma criança, sentir-se-à cansada,

E vai pedir desculpa pelas vezes que chorei,

Sabendo, de antemão, que foi perdoada,

E sentirá muito a minha falta …

Mas estarei consigo em cada gesto,

no movimento das folhas no jardim

no farfalhar do gato à lareira,

ou nos passos de um tordo na neve

como só a presença eterna de uma mãe

pode fazer.

Carolina Turroni 2014

 

Tradução e adaptação

Mandy Martins-Pereira

Texto escrito de acordo com a antiga ortografia

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.