Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Um blog para todas as mulheres depois dos “entas” . Mulheres que, na plenitude das suas vidas, desejam celebrar a liberdade de assumirem a sua idade, as suas rugas, os seus cabelos brancos e que querem ser felizes

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

"Se escolher amar uma mulher desperta"

Mullher força da natureza Christine__358289c-IMF-Boss

 

.

Se escolher amar uma mulher desperta, deverá compreender que está a entrar num território novo, radical e exigente. Se escolher amar uma mulher desperta não pode, nem poderá, continuar adormecido.

Se escolher amar uma mulher desperta cada parte da sua alma será despertada, não apenas os seus órgãos sexuais, mas também o seu coração. Todavia, se o que pretende é uma vida normal, então procure com uma mulher normal.

Mulher desperta - Jarek-Puczel.-Lovers

Jarek-Puczel.-Lovers

 

Se deseja uma vida dócil, procure uma mulher que decidiu ser submissa. Se deseja apenas mergulhar o dedo do pé nas águas que correm de Shakti(*), mantenha-se com aquela  mulher normal, que ainda não mergulhou na fúria do oceano sagrado feminino. É fácil amar uma mulher que ainda não activou os seus poderes sagrados internos, porque ela nada exigirá.

Ela não o porá à prova.

Ela não exigirá que se torne o mais alto Ser que pode ser.

Ela não acordará as partes esquecidas e anestesiadas do seu Espírito, pedindo que se lembre que há mais possibilidades de vida.

Ela não vai olhar bem no fundo dos seus olhos cansados, enviando raios de Verdade através do seu corpo, balançando-o, acordando-o e sacudindo os seus desejos perdidos há muito dentro de si.

Se isso não for suficiente para si - se o seu coração, corpo e espírito anseiam pela "Outra Mulher" - então deve saber que está prestes a transformar a Alma. Deve saber que está fazendo uma escolha séria com consequências cármicas,  pois, se decidir adentrar a aura e o corpo de uma mulher, cujo fogo espiritual queima, saiba, então,  que anseia por um certo nível de risco e perigo, com o propósito de crescer. Ao começar a amar uma mulher desta natureza deve aceitar essa responsabilidade.

A sua vida não será mais confortavelmente sonolenta o tempo todo. A sua vida não permitirá que fique preso aos velhos sulcos e rotinas estagnadas, pois ela - A Vida - assumirá radicalmente um novo sabor e aroma.

Será inflamado pela presença do selvagem feminino e irá sintonizar-se com o chamado Divino.

A escolha de ser sexual e amorosamente íntimo de uma mulher desperta, é para os homens que precisam de coragem para caminhar sem medo do desconhecido, mas, este homem, vai colher recompensas além da compreensão da sua mente. Ela levá-lo-à a mundos desconhecidos de mistério e magia. Ela vai levá-lo hipnotizado e meio entorpecido de amor, às florestas selvagens do êxtase sensual e da admiração. Ela não vai fugir da sua "escuridão", porque a sua escuridão não vai assustá-la. Ela dirá palavras que a sua Alma entende.

É um risco enorme amar uma mulher desperta, porque, de repente, não há um lugar para se esconder. Ela vê tudo, para que ela possa amar com profundidade. Amar uma mulher como esta é escolher começar a viver com a sua Alma no fogo. A sua vida nunca mais será a mesma, uma vez que convidou esta energia para entrar em si.

Certifique-se, caso escolha amar uma mulher desperta,  que escolheu não passar o resto da vida olhando para trás sobre o seu ombro, tentando ver mais uma vez a visão turva de mistério feminino que desapareceu da sua vista. Pois ela terá voltado para as estrelas e galáxias distantes do céu...de onde ela veio.

 

Mandy Martins –Pereira escreve de acordo com a antiga ortografia.

 

Texto Traduzido e adaptado do original de Sophie Bashford

Imagens : WEB

 

(*) Shakti  - No pensamento indiano existem muitos seres divinos (Devas), masculinos e femininos. Existe uma Deusa (Devi) que está acima de todos os Deuses. Ela é chamada de Maha Devi (a Grande Deusa), ou Shakti (a Poderosa). A sua característica principal, como o seu próprio nome diz, é o Poder (poder feminino absoluto). Ela é activa, dinâmica, sendo considerada como a energia que move todo o universo (inclusive os Devas). Em comparação com ela, os Devas são inertes, inactivos, passivos. Shakti, o poder feminino, está presente, de acordo com o Tantra, em todas as coisas e todos os seres do universo – mas de forma muito mais forte e significativa nas mulheres.

Shkati

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.