Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Um blog para todas as mulheres depois dos “entas” . Mulheres que, na plenitude das suas vidas, desejam celebrar a liberdade de assumirem a sua idade, as suas rugas, os seus cabelos brancos e que querem ser felizes

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Príncipe Real e Bairro Alto – (Parte II)

Capa de Fotografia Grande Liboa

Fotografia : Cris Leal  

Imagem conseguida através de uma das janelas do Bar Le Consulat, em Lisboa

 

Após o nosso retemperador brunch lá seguimos, com o nosso roteiro de aventura,

By Carla Palhinhas....

DSCN0532

com mais umas paragens, (Aqui a nossa Dorita. Desculpa, querida a minha pouca habilidade para fotografar)...

DSCN0534

para apreciar palacetes e predios com história, no Príncipe Real...

DSCN0533

...até um pátio, (Pátio do Tijolo), com encantadoras casinhas em processo de recuperação ...

Pátio no Principe Real

e, finalmente, eis-nos chegados ao nosso último destino. O  Lost In

 

Lost In 

Lost In - Loja e Barj

No terraço de uma loja de artigos indianos nasceu uma esplanada surpreendente, escondida para lá de um túnel, com uma vista deslumbrante sobre a cidade de Lisboa,  num espaço bem arranjado com elementos decorativos orientais.

''Lost in'' ou ''Passos Perdidos'' ...

DSCN0127

E era , neste ambiente exótico e colorido, que pretendíamos relaxar numa daquelas cadeiras super confortáveis. Infelizmente, embora não nos tivéssemos perdido no caminho (ainda que comigo seja sempre melhor não arriscar), perdemos a oportunidade de bebericar um drink, porque o LOST IN “Ao Domingo está fechado”.

Lost IN.......

Depois desta enorme decepção decidimos descer à aventura e visitar o Bairro Alto.

DSCN0118

Entrámos algo à toa, neste bairro que é o  “Bairro", (o mais mítico bairro lisboeta), sem sabermos muito bem o que fazer ou onde ir. 

DSCN0546

 Com 504 anos de vida, este Bairro podia dormir à sombra do seu estatuto e gozar calmamente a reforma, mas não quer. Prefere renovar-se todos os meses, com obras, recuperações, novos bares, lojas e restaurantes, sendo, desde meados de 1980,  uma das zonas antigas mais alternativas da cidade.

DSCN0545

Construído no fim do século XVI, o Bairro Alto é uma pequena área, mas, na realidade, é aqui que tudo se passa. Galerias de arte, bares, lojas.

Lojas

De dia é um bairro típico com pequenas mercearias, escolas de arte e lojas que já não se encontram no resto da cidade.

DSCN0547 (2)

À noite é a zona das novas tendências, da música, da dança e da moda, como em qualquer capital europeia. 

Bairro Alto à noite ..

Durante o século XIX e parte do século XX, muitos jornais e tipografias tinham aqui as suas instalações. Daí os nomes de ruas como Rua Diário de Notícias ou Rua do Século.

Rua e Jornais

Este bairro foi sempre frequentado por jornalistas, artistas, escritoreses...

 

Uma curiosidade :  Para além de Fernando Pessoa (que morreu no Hospital de São Luís dos Franceses a 30 de novembro de 1935), também o poeta Bocage morreu neste bairro. É verdade, Bocage morreu na Travese André Valente, no nº 25. Mas não houve só mortes. Também houve nascimentos a celebrar. O grande Camilo Castelo Branco nasceu no nº 13 da Rua da Rosa e, Almeida Garrett , após a sua separação, em 1839, viveu no nº 46 da Rua da Barroca.

 

...não deixando, todavia, de ser olhado durante muito tempo com desconfiança devido à prostitução e abundância de tascas.

Tascas e prostituição

Hoje os artistas continuam a preferir o bairro e os vidros duplos tornam tudo mais simples para quem vive por aqui.

Com muita pena nossa, e como estávamos um pouco sem rumo, a Carlinha, que tinha deixado o carrinho no Príncipe Real, despediu-se de nós.

Carla Palhinhas by Cris Leal

Continuámos a nossa deambulação por aquelas travessas e ruas cheias de história e de “estórias”.

Ruas e Travessas doBairro Alto

Assim, de travessa em travessa, de rua em rua chegamos à Praça Luís de Camões e, sem sabermos o que  fazer,  já  estávamos a  pensar nas despedidas.

DSCN0582

Lembrou-se, então, a Dorita que tinha visto, na televisão, uma reportagem sobre um bar que tinha aberto , recentemente, ali na Praça Camões, onde tinha funcionado durante 104 anos o Consulado do Brasil. E, em boa hora se lembrou.

 

LE CONSULAT

,

Le Consulat 1

 

La nouvelle concierge

Aqui nossa querida Cris Leal que daria uma lindissíma concierge 

 

Ao chegarmos à porta de entrada de um edifício classificado, do século XVIII, onde ainda é possível ver madeiras das famosas “gaiolas pombalinas" (estrutura interna dos prédios da época), e lareiras com azulejos que serviam para aquecer cada sala,

DSCN0563

que sentimos, respiram história, (porque o presente e o futuro são sempre feitos de muitos passados) descobrimos que para além de bar e hotel, este espaço tem, também,

Panorama

no primeiro piso, uma galeria de arte. Esta galeria formada por sete salas tem, actualmente, patente a mostra “Panorama” com trabalhos de artistas emergentes, cujas obras vêm pela primeira vez a público. Curiosamente, entre os autores presentes está uma amiga do nosso Mário Calheiros, a Marta Ramos.

Depois da visita à exposição descobrimos, no mesmo piso, um amplo salão, 

Le Consulat.5jpg

 com enormes janelões pombalinos, com vista para o Chiado,

Janelões

onde convivem o mobiliário vintage com as linhas minimalistas modernas, peças rurais genuinamente portugueses, para além, obviamente, do balcão de bebidas

Decoração

e até, pasme-se, um altar antiquíssimo.

DSCN0571

Neste enorme salão funciona o Aperitivo Bar, onde se pode saborear uma bebidinha, beber uma água tónica ou um chá (bebi um delicioso Earl Grey),

* Notinha de rodapé. Vejam os preços antes de encomendarem.....Quem avisa... mas vale a pena .

Bar 

 ou bebericar um vinho e comer um petisco, no Aperartivo Bar à Vins.

Petiscos

Ficámos (a Cris, a Dorita, o Mário e eu) verdadeiramente fans deste novo espaço, onde fomos servidos com toda a diplomacia, claro.

Final

 Feitas as despedidas chegamos ao fim deste nosso  dia, prometemdo repetir, proximamente, mas, desta vez. com o "Galho Mais Composto de Pardalada"-

 

As fotografias são da Cris Leal, da Dorita La Rua e minhas.

 

Fotografias antigas blog : http://restosdecoleccao.blogspot.pt

 

Mandy Martins-Pereira escereve de acordo com a ortografia antiga.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.