Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Um blog para todas as mulheres depois dos “entas” . Mulheres que, na plenitude das suas vidas, desejam celebrar a liberdade de assumirem a sua idade, as suas rugas, os seus cabelos brancos e que querem ser felizes

A Senhora Dança? A Mandy pelas danças da vida.

Helen Mirren, aos 72 anos, protesta por ser tratada como idosa

Helen Mirren - Silvana

A aclamada actriz britânica interpretou Elizabeth II, em A Rainha.

 

O processo de envelhecimento é difícil para quase todos nós. Mas para alguns, parece que essa perda gradativa do vigor é mais dura do que para outros. A atriz britânica Helen Mirren, por exemplo, mesmo já tendo ultrapassado a sétima década de vida, queixa-se quando alguém se levanta e lhe cede o lugar. O gesto implica o reconhecimento de que ela há muito deixou a juventude para trás. Parece que a actriz (que interpretou magnificamente Elizabeth II em A Rainha), não gosta disso. Eu, ao contrário, acho fantástico quando alguém, gentilmente, se levanta para que outro mais velho se sente. Aprecio o respeito e é muito salutar que cada um assuma a sua verdadeira idade, independentemente de uns poderem envelhecer melhor e mais tarde do que outros.  Não esconder de nós mesmas a nossa idade, é saber envelhecer com dignidade.

Com 72 anos recém-completados, Helen Mirren não quer ser tratada pela idade. Em entrevista à revista “Allure” de Setembro, a renomada actriz britânica falou sobre a sua relação com o envelhecimento.

“Se as pessoas me tratam pela idade que eu tenho, sinto-me realmente insultada, muito zangada. Eu detesto quando as pessoas me cedem o lugar delas. Não, não, não. Eu não quero o seu assento”, desabafou a actriz.

Rosto da gigante de cosméticos L’Oréal, Helen ainda criticou o uso da palavra “anti-idade” em produtos de beleza.

“A palavra ‘anti-idade’… Nós sabemos que estamos a ficar mais velhas, queremos, apenas parecer e sentirmo-nos tão bem quanto possível todos os dias”, comentou.

Hoje, dona de um Oscar e três Globos de Ouro, Helen teve que lutar no começo da carreira para ser vista como mais do que um ícone sexual. A actriz também comentou sobre isso na entrevista:

Pude perceber — quando me afastei o suficiente da minha versão jovem — porque eles me chamavam de sexy nessa altura. Eu caí no clichê do sexy: Cabelo louro, peito, cintura, o que eu odiava na época porque não estava na moda. Tinhamos que ser magras, ter um cigarro e apenas usar preto. E eu nunca me encaixei neste look”, observou.

Questionada sobre o que considera sexy hoje, a actriz britânica não hesitou em citar os nomes de Jessica Chastain e Natalie Portman, mulheres que, para ela, unem sensualidade com inteligência.

Mulheres

Jessica Chastain e Natalie Portman citadas por Helen Mirren como exemplos de actrizes sensuais e inteligentes.

 

“Não tem necessariamente a ver com confiança, porque tenho a certeza de que se Jessica estivesse aqui, ela iria dizer ‘Ah, meu Deus, eu não sou nem um pouco confiante’. É um poder interior que vem da inteligência. Quando inteligência é combinada com beleza, é extraordinário”, opinou.

Fonte: Revista “Allure” 

 

Mandy Martins Pereira escreve de acordo com a ortografia antiga

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.